COMO DESENVOLVER UM APP PARA O ENSINO-APRENDIZAGEM DE FONÉTICA E FONOLOGIA - DRISB 1.0

Autores

  • Crysna Bonnjardim da Silva Carmo Universidade do Estado da Bahia

Palavras-chave:

Fonética e Fonologia. Mobile learning, Smatphones. App. DRISB 1,0.

Resumo

A popularização da internet e o surgimento dos smartphones preciptaram não só uma nova revolução tecnológico digital em curso, como também novas formas de interação social mediadas pela rede na contemporaneidade: estudamos, trabalhamos, fazemos compras, realizamos transações bancárias, nos relacionamos afentivamente via tecnologia. A “maquino-dependência” é uma realidade quase inescapável para a maior parte de nós (GUIDINI, 2017). Todavia, ainda temos dificuldades em vivenciar essa realidade em maior ou menor escala. Nesse contexto, a sala de aula, talvez, seja o espaço onde tais dificuldades ganhem contornos dramásticos, visto que há diversos tipos de concepção de educação, de educadores e de educandos em/dentro do jogo. Neste contexto, considerando a dificuldade no ensino-aprendizagem de Fonética e Fonologia na graduação e a falta de aplicativos que colaborem com essa tarefa, este estudo apresenta um aplicativo voltado para o ensino-aprendizagem de Fonética e Fonologia do português brasileiro (PB): o DRISB 1,0. O recorte teórico para esta tarefa envolve os trabalhos de Cristófaro (2010), Sharples (2009, 2006), Urry (2007), Costa (2013), Guidini (2017), UNESCO (2014). Nesse âmbito, cumpre o seguinte percurso de pesquisa: problemaatiza o processo de ensino-aprendizagem de Fonética e Fonologia no ensino de língua materna - da educação básica ao ensino superior;  explicita o conceito de mobile learning e os impactos dos smatphones no cotidiano das relações; e, por fim, descreve o processo de desenvolvimento do aplicativo em questão.

 

Referências

ALMEIDA, M. E. B. de e SILVA, M. da G. M. da. Currículo, tecnologia e cultura digital: espaços e tempos de web currículo. Revista e-curriculum, São Paulo, v.7 n.1 abril/2011. Disponível em: http://revistas.pucsp.br/index.php/curriculum. Acesso em: 14 fev. 2015.
CARVALHO, L.S.. O ensino de Fonética e Fonologia no curso de Letras/ Português: uma experiência com alunos da Universidade Estadual do Piauí – UESPI. Anais do SIELP. V.2, Nº 1. Uberlândia: EDUFU, 2012. ISSN 2237-8758.
COSTA, G. S.. Mobile learning: explorando potencialidades com o uso do celular no ensino - aprendizagem de língua inglesa como língua estrangeira com alunos da escola pública. Tese (Doutorado) – Universidade Federal de Pernambuco, CAC. Letras, 2013. 182 p.: Il.
CRISTÓFARO SILVA, T. Fonética e Fonologia do Português - Roteiro de Estudos e Guia de Exercícios. 9 Ed. São Paulo: Contexto. 2010.
FONSECA, Ana Graciela M. F. da. Aprendizagem, mobilidade e convergência:
Mobile Learning com Celulares e Smartphones. Revista Eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Mídia e Cotidiano, Niterói. Nº 5. p. 163-181 Junho 2013 .
GUIDINi, Priscila. O smartphone como nova mídia em uma sociedade conectada Revista Dito Efeito, Curitiba, v. 8, n. 12, p. 33-47, jan./jun. 2017.
OLIVEIRA, Beatris. O que é Mobile Learning? (pdf) Disponível em: https://www.catho.com.br/educacao/blog/o-que-e-mobile-learning/ Acesso em: 11 de maio de 2020.
SHARPLES , M. et al. Mobile learning: small devices, big issues. In Balacheff, N., at
al.(eds) Technology enhanced learning: Principles and products. Berlim: Springer, 2009.
SHARPLES, M et al. A Theory of Learning for the Mobile Age. In:_The Sage Handbook of Elearning Research, Sage publications, pp.221-247, 2006. ffhal-00190276f (pdf)
THEOHARIDOU, Marianthi; MYLONAS, Alexios; GRITZALIS, Dimitris. A Risk Of Assessment Method for Smartphones. 27th Information Security and Privacy Conference (SEC), Jun 2012, Heraklion, Crete, Greece. pp.443-456, (pdf).
UNESCO. O Futuro da aprendizagem móvel: implicações para planejadores e gestores de políticas. Brasília: UNESCO, 2014. 64 p.
URRY, J. Mobilities. Cambridge: Polity, 2007
VASILÉVSKI, V. Manual de instruções. In: Nhenhém – programa eletrônico de conversão grafema-fonema. Versão 1.0, 1a. atualiz. Curitiba-Florianópolis, Brasil, agosto, 2008.

Downloads

Publicado

2020-11-08

Como Citar

BONNJARDIM DA SILVA CARMO, C. COMO DESENVOLVER UM APP PARA O ENSINO-APRENDIZAGEM DE FONÉTICA E FONOLOGIA - DRISB 1.0. Revista Virtual Lingu@ Nostr@, [S. l.], v. 7, n. 1, p. 235 - 258, 2020. Disponível em: https://linguanostra.net/index.php/Linguanostra/article/view/175. Acesso em: 30 nov. 2020.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

Obs .: Este plugin requer que pelo menos um plugin de estatísticas / relatório esteja ativado. Se seus plugins de estatísticas fornecerem mais de uma métrica, selecione também uma métrica principal na página de configurações do site do administrador e / ou nas páginas de configurações do gerente da revista.