LETRAMENTO LITERÁRIO:

Uma sequência didática de leitura do conto "A solução"

Autores

  • Jaqueline Castilho Machuca Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Liciáuria Marques Rocha Secretaria Municipal da Educação de Teresina - SEMEC
  • Francisco Rogiellyson da Silva Andrade Universidade Federal do Ceará/Secretaria Municipal da Educação de Fortaleza

Palavras-chave:

Letramento Literário; Clarice Lispector; A solução; Conto.

Resumo

Neste artigo, é apresentada uma proposta de sequência didática para realizar a leitura do conto “A solução”, de Clarice Lispector. Para isso, utilizou-se como premissa teórica para análise literária as considerações de Gancho (1997), para quem uma boa narrativa apresenta cinco elementos constitutivos das narrativas: o enredo, as personagens, o narrador, o tempo e o espaço. Em contribuição a isso, Cortázar (2006), ao teorizar sobre o conto, afirma que um bom exemplar desse gênero deve ser incisivo, mordente, sem trégua, desde as primeiras frases. Para formulação da sequência didática, partiu-se da proposta de Cosson (2018), autor que sugere etapas que propiciam o contato crítico com o texto literários, com vistas à formação de leitores literariamente letrados, a saber: motivação, introdução, leitura e interpretação. Sob o viés desse autor, uma formulação didática como essa capacita o leitor a ter contato com a linguagem literária em sua dimensão artística, construindo letramento para que o sujeito se engaje e circule em práticas sociais em que o texto literário é objeto de mediação. As atividades formuladas sugerem a análise do texto literário, comportando as dimensões do contexto de produção do conto, da produção literária da autora, dos mecanismos linguístico-enunciativos de construção dos sentidos e das possibilidades de compreensão geradas pela leitura. Um empreendimento como esse fez com que se pense que a leitura literária na escola, longe de moldes historicizantes, capacita o estudante a ter contato com o texto literário, de maneira a significá-lo de maneira crítica e como objeto de fruição e de produto cultural da sociedade.

Biografia do Autor

Jaqueline Castilho Machuca, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Atua como professora adjunta de Teoria Literária na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). É graduada em Letras Língua Portuguesa/Língua Inglesa (UFSCar), possui mestrado e doutorado na área de Teoria e História Literária (Unicamp). É pesquisadora nas áreas de literatura, cinema, contemporaneidade e estudos feministas. 

Liciáuria Marques Rocha, Secretaria Municipal da Educação de Teresina - SEMEC

Atua como professora da Secretaria Municipal de Educação de Teresina - PI. É graduada em Licenciatura Plena em Letras/Português (UESPI), possui especialização em Língua Brasileira de Sinais-LIBRAS (UNIFSA) e Gramática, Produção e Revisão Textual (FAEME). Aluna da disciplina de Teoria dos Gêneros Textuais do mestrado acadêmico da UESPI em Linguística e Linguagem. Atualmente, pesquisa o ensino de literatura à luz das competências e habilidades da Base Nacional Comum Curricular - BNCC.

Referências

ANDRADE, Francisco Rogiellyson da Silva. Autoconceitos de leitura erigidos a partir de narrativas de vida de professores alfabetizadores. 2019. 192 f. – Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Departamento de Letras Vernáculas, Programa de Pós-Graduação em Linguística, Fortaleza, 2019.

ANDRADE, Francisco Rogiellyson da Silva; LIMA, Priscila Sandra Ramos de. Leitura de obras de autoria indígena no eixo de alfabetização: uma sequência didática a partir da lenda Txopai e Itohã. In: ALDROVANDI, Makeli et al. (Orgs.) Linguagens: múltiplos olhares, múltiplos sentidos. Lajeado: Ed. da Univates, 2019. pp. 10-19.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Média e Tecnológica. Orientações curriculares nacionais para o Ensino Médio – Linguagens, Códigos e suas Tecnologias. Brasília: Ministério da Educação, 2006.

BRASIL. Ministério da Educação. Base nacional comum curricular. Brasília: MEC, 2018. Disponível em: <http://basenacionalcomum.mec.gov.br>. Acesso em: 31 jul. 2019.

CAVALCANTE, Mônica Magalhães. Entrevista com Mônica Cavalcante. Entrevistadora: Associação Brasileira de Linguística - ABRALIN. Entrevistada: Mônica Magalhães Cavalcante. Campinas: ABRALIN, 01 mar. 2019. Podcast. Disponível em: https://goo.gl/CDDe9u. Acesso em: 04 mar. 2019.

CORTAZAR, Júlio. Valise do cronótipo. São Paulo: Perspectiva, 2006.

COSSON, Rildo. Letramento literário: teoria e prática. São Paulo: Contexto, 2018.

GANCHO, Cândida Vilares. Como analisar narrativas. São Paulo: Editora Ática, 1997.

GOTLIB, Nádia Battella. Teoria do conto. São Paulo: Ática, 1988.

JOLLES, André. Formas simples. Trad. Álvaro Cabral. São Paulo: Cultrix, 1976.

KATO, Mary. O aprendizado da leitura. 3. ed. São Paulo: Martins Fontes, 1990.

KLEIMAN, Angela. Oficina de leitura: teoria e prática. 5. ed. São Paulo: Pontes, 1997.

LEFFA, Vilson. J. Interpretar não é compreender: um estudo preliminar sobre a interpretação de texto. In: LEFFA, Vilson. J.; ERNST, A. (Org.). Linguagens: metodologia de ensino e pesquisa. Pelotas: Educat, 2012, p. 253-269.

LISPECTOR, Clarice. A legião estrangeira. Rio de Janeiro: Rocco, 1999.

LISPECTOR, Clarice. Em cada livro eu renasço. In: LISPECTOR, Clarice. O primeiro beijo & outros contos. 7. ed. São Paulo: Ática, 1993, p. 3-5.

MACHUCA, Jaqueline Castilho. “Clarice Lispector para além de uma literatura introspectiva”. In: Anais XV Seminário de teses em andamento (SETA, UNICAMP), v. 4, 2010, pp. 521-530.

SPERBER, Suzi Frankl. “Jovem com ferrugem”. In: SCHWARZ, Roberto (Org.). Os pobres na literatura brasileira. São Paulo: Editora brasiliense, 1983, p. 154-165.

STREET, Brian. V. Letramentos sociais: abordagens críticas do letramento no desenvolvimento, na etnografia e na educação. Tradução de Marcos Bagno. 1. ed. São Paulo: Parábola Editorial, 2014.

Downloads

Publicado

2021-04-06

Como Citar

MACHUCA, J. C.; ROCHA, L. M.; ANDRADE, F. R. da S. LETRAMENTO LITERÁRIO: : Uma sequência didática de leitura do conto &quot;A solução&quot;. Revista Virtual Lingu@ Nostr@, [S. l.], v. 7, n. 2, p. 252–271, 2021. Disponível em: https://linguanostra.net/index.php/Linguanostra/article/view/199. Acesso em: 19 set. 2021.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

Obs .: Este plugin requer que pelo menos um plugin de estatísticas / relatório esteja ativado. Se seus plugins de estatísticas fornecerem mais de uma métrica, selecione também uma métrica principal na página de configurações do site do administrador e / ou nas páginas de configurações do gerente da revista.