EPISTEMOLOGIAS DO LETRAMENTO RACIAL CRÍTICO NO CONTEXTO BRASILEIRO:

Identidades de professoras de línguas estrangeiras e interseccionalidades com raça, gênero e classe social

Autores

  • Aparecida de Jesus Ferreira UEPG - Universidade Estadual de Ponta Grossa

Palavras-chave:

Critical racial literacy; Identities of foreign language teachers; Race; Gender.

Resumo

Este artigo pretende refletir sobre epistemologias acerca do letramento racial crítico no contexto brasileiro. O artigo também tem a intenção de entender as identidades de professoras/es de línguas, interseccionalidades com raça, gênero e classe social e letramento racial crítico. Algumas pesquisas tem sido feitas no campo da linguística aplicada sobre identidades de professoras/es de línguas e a questão racial no contexto brasileiro (MELO, 2015; NASCIMENTO, 2019; GONÇAVES; ROMERO; AMORIN, 2020) e no contexto fora do Brasil (BLOCK, 2009; KUBOTA; LIN, 2009). No entanto, há uma necessidade de pesquisas para entender a identidade profissional docente do/a professor/a de línguas de forma interseccionada com raça, gênero e classe social. Esta pesquisa pretende cobrir esta lacuna. A pergunta de pesquisa que pretendo responder com esta pesquisa é: Como a identidade de professores de línguas faz intersecção com raça, gênero e classe social? Para responder a essa pergunta serão analisadas narrativas autobiográficas de professoras/es de línguas em que as mesmas refletem sob esta perspectiva. As narrativas que utilizarei fazem parte do meu banco de dados de narrativas. Essas narrativas vêm sendo geradas ao longo das interações que tenho feito em vários cursos que ministro sobre o tema. O referencial teórico que dará suporte para análise será acerca de narrativas autobiográficas (BARKHUIZEN, 2013), teoria racial crítica (FERREIRA, 2011, 2014; LADSON-BILLINGS, 1998), letramento racial crítico (FERREIRA, 2015, GARDNER, 2017) e questões de interseccionalidades (CRENSHAW, 1990). Foi possível perceber com esta pesquisa que as identidades das professoras de línguas fazem intersecção com raça, gênero e classe social. Considerando que no contexto de sala da aula os professoras/es negociam as várias identidades, no entanto, para fazer isso é necessário primeiro perceber suas próprias identidades profissionais docentes interseccionadas.

Referências

ALVES, Samantha dos Santos. Letramento Racial Crítico e práticas educacionais no ensino fundamental do município do Rio de Janeiro: A formação continuada de professores da sala de leitura e suas narrativas. Dissertação (Mestrado em Relações Étnico-raciais). 218, 160f. CEFET Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca. Rio de Janeiro. 2018.

BARKHUIZEN, Gary. Narrative Research in Applied Linguistics. Cambridge: Cambridge University Press. 2013.

BLOCK, David. Second language identities. London, UK: Bloomsbury Publishing, 2009.

CLANDININ, J. D., & Connelly, M. F. (1998). Narrative Inquiry: Experience and story in qualitative research. San Francisco: Jossey-Bass.

COUTINHO, Gabriela dos Santos. Letramento Racial Crítico nos Anos Iniciais do Colégio Pedro II: narrativas docentes sobre práticas pedagógicas de reexistência. Anais. COPENE Sudeste, 2019.

CRENSHAW, Kimberlé. Mapping the margins: Intersectionality, identity politics, and violence against women of color. Stan. L. Rev., 43, 1241.1990.

DIAS, Romar Souza; ANDRADE, Mariana R. Mastrella de. Narrativas de Professores/Identidades Sociais de Raça e Classe no Processo de Ensino-Aprendizagem de Inglês. In: FERREIRA, Aparecida de Jesus. Narrativas Autobiográficas de Identidades Sociais de Raça, Gênero, Sexualidade e Classe em Estudos da Linguagem. Campinas, SP: Pontes Editora, 2015. p. 77-103.

FERREIRA, Aparecida de Jesus. Addressing race/ethnicity in brazilian schools: a critical race theory perspective. Seattle, WA, USA: CreateSpace. 2011.

FERREIRA, Aparecida de Jesus. Identidades sociais de raça/etnia na sala de aula de língua inglesa. In: FERREIRA, Aparecida de Jesus (Org.). Identidades sociais de raça, etnia, gênero e sexualidade: práticas pedagógicas em sala de aula de línguas e formação de professores/as. Campinas, SP: Pontes Editores, 2012. p.19-50.

FERREIRA, Aparecida de Jesus. Teoria Racial Crítica e Letramento Racial Crítico: Narrativas e Contranarrativas de Identidade Racial de Professores de Línguas. Revista Da ABPN, v. 6, n.14, p. 236-263. 2014.

FERREIRA, Aparecida de Jesus. Teoria Racial Crítica e Letramento Racial Crítico: narrativas e contranarrativas de identidade racial de professores de Línguas Revista da ABPN, v. 6, n. 14, p. 236-263, 2014.

FERREIRA, Aparecida de Jesus. Letramento Racial Critico Através de Narrativas Autobiográficas: Com atividades Reflexivas. Ponta Grossa, Pr: Editora Estúdio Texto. 2015a.

FERREIRA, Aparecida de Jesus. Narrativas Autobiográficas de Professoras/es de Línguas na Universidade: Letramento Racial Crítico e Teoria Racial crítica. Narrativas Autobiográficas de Identidades Sociais de Raça, Gênero, Sexualidade e Classe em Estudos da Linguagem. Campinas, SP. Pontes Editora, 2015b. p. 127-160.

FERREIRA, Aparecida de Jesus. Autobiographical narratives of race and racism in Brazil: Critical Race Theory and language education. Muitas Vozes, v. 4, n. 1, p. 79-100, 2015c.

FERREIRA, Aparecida de Jesus. Social Identities Of Black Females In English Language Textbooks Used In Brazil And Cameroon: Intersectionalities Of Race, Gender, Social Class And Critical Racial Literacy. Revista X, v. 14, n. 4, p. 20-40. 2019.

GARDNER, Roberta Price. Unforgivable blackness: Visual rhetoric, reader response, and critical racial literacy. Children's Literature in Education, v. 48, n. 2, p. 119-133, 2017.

GONÇALVES, Sabrina Aparecida; ROMERO, Tania Regina de Souza; AMORIM, Marcia Fonceca. Autobiografia docente: o percurso da construção da identidade étnico-racial na formação de uma professora. Travessias, v. 14, n. 1, p. 281-298, 2020.

GRAY, John; MORTON, Tom. Social Interaction and English Language Teacher Identity. Studies, Edinburgh University Press. 2018.

HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. Rio de Janeiro: DP&A, 2006.

hooks, bell. Teaching to transgress: education as the practice of freedom. London: Routledge, 1994.

HUSBAND, Terry. Using drama pedagogy to develop critical racial literacy in an early childhood classroom. Perspectives and Provocations, v. 4, n. 1, p. 16-50, 2014.

KUBOTA, Ryuko; LIN, Angel. Race, Culture, and Identities in Second Language Education: Introduction to Research and Practice. In: (Ed.). Race, culture and identities in second language education: Exploring critically engaged practice. London: Routledge, 2009, p.1-23.

LADSON-BILLINGS, G. Just what is critical race theory and what‘s it doing in a nice field like education? Qualitative studies in Education 11(1), 7-24. 1998.

MELO, Glenda Cristina Valim. O lugar da raça na sala de aula de inglês. Revista da ABPN, v. 7, n. 17, p. 65-81, 2015.

MOSLEY, Melissa. ‘That really hit me hard’: moving beyond passive anti?racism to engage with critical race literacy pedagogy. Race Ethnicity and Education, v. 13, n. 4, p. 449-471, 2010.

MUNIZ, Kassandra. Ainda sobre a possibilidade de uma linguística "crítica": performatividade, política e identificação racial no Brasil. DELTA, São Paulo , v. 32, n. 3, p. 767-786, Dec. 2016.

NASCIMENTO, Daniela Araujo. A Temática Étnico-Racial Em Projetos Pedagógicos De Cursos De Licenciatura Em Letras Do Rio De Janeiro. Dissertação (Mestrado em Relações Étnico-raciais). 2017, 133f. CEFET Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca. Rio de Janeiro. 2017.

NASCIMENTO, Gabriel. Raça E Resistência Ao Racismo Em Atividades De Língua Inglesa No Sul Da Bahia. Revista X, v. 14, n. 3, p. 121-137, 2019.

NASCIMENTO, Noemia De Lourdes. Na Minha Pele: Uma Análise Sob A Perspectiva Do Letramento Racial. Dissertação (Mestrado em Letras). 2019, 158f. Universidade Federal De São João Del-Rei, São João del Rei. 2019.

NASH, Kindel et al. Critical racial literacy in homes, schools, and communities: Propositions for early childhood contexts. Contemporary Issues in Early Childhood, v. 19, n. 3, p. 256-273, 2018.

NETTO, Carolina Angélica Ferreira. Por Uma Educação Antirracista: O Teatro Do Oprimido Como Ferramenta De Percepção E Transformação Da Realidade De Meninas Negras. Dissertação (Mestrado em Relações Étnico-raciais). 2018, 186f. CEFET Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca. Rio de Janeiro. 2018.

NORTON, Bonny; TOOHEY, Kelleen. Identity, language learning and social change. Language Teaching, v. 44, n. 4, p. 412-446, 2011.

OLIVEIRA, Keila de. Letramento racial crítico nas séries iniciais do ensino fundamental I a partir de livros de literatura infantil: os primeiros livros são para sempre. Dissertação (Mestrado em Estudos da Linguagem). 2019, 174f. UEPG – Universidade Estadual de Ponta Grossa. 2019.

PENNYCOOK, Alastair. Critical applied linguistics: a critical introduction. Mahwah, New Jersey and London: Lawrence Erlbaum Associates / Publishers LEA, 2001.

PEREIRA, Ariovaldo Lopes; LACERDA, Simei Silva Pereira. Letramento racial crítico: uma narrativa autobiográfica. Travessias, v. 13, n. 3, p. 90-106. 2019.

PESSOA, Rosane Rocha; URZÊDA-FREITAS, Marco Tulio. Challenges in critical language teaching. TESOL Quarterly, v. 46, n. 4, p.753-776, 2012.

REIS, Simone; VAN VEEN, Klaas; GIMENEZ, Telma (2011). Identidades de professores de línguas. Londrina: Eduel.

RIBEIRO, Elivan Aparecida. "Ela Parece A Empregada Da Minha Casa": A Relevância Do Letramento Racial Crítico Para A Formação. Dissertação (Mestrado Profissional em Educação). 2019, 195f. UFLA. 2019.

ROSA, Jonathan; FLORES, Nelson. Unsettling race and language: Toward a raciolinguistic perspective. Language in Society, v. 46, n. 5, p. 621-647, 2017.

ROSA, Sonia. Literatura Infantil Afro-Brasileira Como Letramento Racial E Fortalecimento Das Identidades Negras: Uma Narrativa Autobiográfica. Dissertação (Mestrado em Relações Étnico-raciais). 2019, 122f. CEFET Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca. Rio de Janeiro. 2019.

SILVA, Eduardo Dias; DIAS, Romar Souza. Race, Class and Education: defying hegemonic process of inequalities. Revista Diálogos, v. 6, n. 2, p. 221-232. 2018.

SILVA, Fernanda Pereira. Super-Heróis Negros E Negras: Referências Para A Educação Das Relações Étnico-Raciais E Ensino Da História E Cultura Afro-Brasileira E Africana. Dissertação (Mestrado em Relações Étnico-raciais). 2018, 156f. CEFET Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca. Rio de Janeiro. 2018.

SILVA, Heloise da Costa. O Projeto Entrelivros: (Re)construindo identidades negras a partir da afroperspectividade nas séries iniciais do Ensino Fundamental. Dissertação (Mestrado em Relações Étnico-raciais). 2019, 191f. CEFET Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca. Rio de Janeiro. 2019.

SILVA, Jamylla Barbosa Moreira (2018). Vozes Apaixonadas Pelo Ensino De Inglês: A Construção Da Identidade De Professores Em Formação Inicial. Tese de Doutorado. Universidade Federal de Viçosa.

SOUTA, Marivete. “Quando me dei conta de que era negra (o)/branca (o)?”: um estudo a partir de relatos autobiográficos de estudantes adolescentes. 2017, 234f. Dissertação (Mestrado em Estudos da Linguagem). UEPG – Universidade Estadual de Ponta Grossa. 2017.

SANTOS, Boaventura de Sousa . Introdução às epistemologias do Sul. In:SANTOS, Boaventura de Sousa; PAULA, Meneses Maria. Epistemologias do sul. Cortez Editora,p. 297-335, 2014.

WOGINSKI, Gilson Rodrigo. Práticas pedagógicas em LEM-espanhol : contribuições para reflexões étnico-raciais via gêneros textuais e letramento racial crítico. Dissertação (Mestrado Profissional em Letras Estrangeiras Modernas). 2018, 98f. UEL. Universidade Estadual de Londrina. 2018.

Downloads

Publicado

2021-11-20

Como Citar

FERREIRA, A. de J. EPISTEMOLOGIAS DO LETRAMENTO RACIAL CRÍTICO NO CONTEXTO BRASILEIRO:: Identidades de professoras de línguas estrangeiras e interseccionalidades com raça, gênero e classe social. Revista Virtual Lingu@ Nostr@, [S. l.], v. 8, n. 1, p. 130–156, 2021. Disponível em: https://linguanostra.net/index.php/Linguanostra/article/view/213. Acesso em: 27 jan. 2022.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

Obs .: Este plugin requer que pelo menos um plugin de estatísticas / relatório esteja ativado. Se seus plugins de estatísticas fornecerem mais de uma métrica, selecione também uma métrica principal na página de configurações do site do administrador e / ou nas páginas de configurações do gerente da revista.