LEITURA E NOVAS TECNOLOGIAS DIGITAIS NA VOZ DO PROFESSOR DA ESCOLA BÁSICA

DOI: https://doi.org/10.29327/232521.9.1-26

Autores

  • Sandro Luis Silva Universidade Federal de São Paulo
  • Raimundo Nonato de Oliveira Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)

Palavras-chave:

Leitura; novas tecnologias digitais; formação de professor.

Resumo

A inserção das novas tecnologias digitais no processo de ensino-aprendizagem trouxe grandes desafios e mudanças de perspectiva para o trabalho com a leitura na escola básica, desafios para os alunos, assim como para os professores. Este artigo se propõe a refletir sobre algumas dessas alterações por que vem passando a escola no tocante ao trabalho com a leitura, levando em consideração a formação do professor -  inicial e continuada. Por meio de uma pesquisa qualitativa, num primeiro momento são feitas considerações teóricas sobre os conceitos de leitura e estratégias de leitura (Chartier, 2009; Solé, 1998; Kleiman, 2005); sobre os estudos acerca da leitura nos ambientes digitais (Coscarelli, 2016), além de competência discursiva na perspectiva de Maingueneau (2008), além das questões relacionadas ao interdiscurso (Maingueneau, 2015). Também aborda-se a interação, segundo Silva (2001, 2010), uma vez que consideramos a leitura como um processo interativo entre sujeitos e texto. Na segunda parte do artigo, apresenta-se uma análise de um questionário aplicado a três professores de língua portuguesa da escola básica, a fim de verificar o olhar deles para as possíveis interfaces entre leitura, estratégias de leitura e novas tecnologias digitais. Pelo que foi analisado, os sujeitos respondentes não se veem totalmente preparados para o trabalho com a leitura utilizando as ferramentas oferecidas pelo mundo digital, seja por falta de incentivo da escola, seja em virtude da ausência dessa preparação na formação inicial, embora tenham consciência importância que essas tecnologias digitais assumiram no cotidiano social.

Biografia do Autor

Raimundo Nonato de Oliveira, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)

Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)

Referências

BAKHTIN, Mikhail. Estética da criação verbal. trad. Paulo Bezerra. São Paulo, 1979.

BARTON, David e LEE, Carmen. Linguagem online - textos e práticas digitais. Trad. Milton Camargo Mota. São Paulo: Parábola, 2015.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular: educar é a base. Comitê Gestor da Base Nacional Comum Curricular e reforma do Ensino Médio. Secretaria de Educação Básica. Brasília: Ministério da Educação, 2018

BRASIL, Linguagens, códigos e suas tecnologias / Secretaria de Educação Básica. – Brasília : Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2006. 239 p. (Orientações curriculares para o ensino médio ; volume 1)

BRUNS, Axel. Blogs, Wikipedia, Second Life, and beyond: from production to produsage. New YorkL Peter Lang Publishing, 2008.

BUZATO, Marcelo El Khouri. Entre a fronteira e a periferia: linguagem e letramento na inclusão digital. 2007. 284f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto 119 de Estudos da Linguagem, Campinas, SP. Disponível em: . Acesso em: 8 ago. 2020

BUZATO, Marcelo El Khouri. Letramentos digitais e formação de professores. São Paulo: Portal Educarede, 2006.

CEALE. Centro de Alfabetização, leitura e escrita. FAE/UFMG. www.ceale.fae.ufmg.br

CHARTIER, Roger. A aventura do livro - do leitor ao navegador. Trad. Reginaldo Carmello Corrêa de Moraes. São Paulo: Editora da Unesp, 2009.

COSCARELLI, Carla Viana et al. Tecnologias para aprender. São Paulo: Parábola Editorial, 2016

COSCARELLI, Carla e RIBEIRO, Ana Elisa. Letramento digital: aspectos sociais e possibilidades pedagógicas. Belo Horizonte: Ceale/Autêntica, 2005.

DEMO, Pedro. Desafios modernos da educação. 16. ed. Petrópolis: Vozes, 2010.

ELIAS, Vanda Maria da Silva. Hipertexto, leitura e sentido in Calidoscópio. v.3, n.1, p. 13-19, jan/abril, 2005.

FREIRE, Paulo. A importância do ato de ler em três artigos que se completam. São Paulo: Cortez, 1989.

KLEIMAN, Angela B. Preciso “ensinar” letramento? Não basta ensinar ler e escrever? Campinas: CEFIEL,2005.

LANKSHEAR, Colin; KNOBEL, Michele. Sampling "the New" in New Literacies. In: KNOBEL, Michele; LANKSHEAR, Colin (Eds.). A New Literacies Sampler. New York: Peter Lang, 2007. v. 29.

LÉVY, Pierre. O que é o virtual? Trad. Paulo Neves. São Paulo: Editora 34, 1996.

MAINGUENEAU, Dominique. Discurso e Análise de Discurso. Trad. Sírio Possenti. São Paulo: Parábola, 2015.

MAINGUENEAU, Dominique. Análise de textos de comunicação. ampl. 2013- São Paulo: Cortez, 2013.

MAINGUENEAU, Dominique. Gênese dos discursos. Trad. Sírio Possenti, São Paulo: Parábola, 2008.

MAINGUENEAU, Dominique. Cenas da Enunciação. Organizado por Sírio Possenti e Maria Cecília Pérez de Souza-e-Silva, diversos tradutores. Curitiba: Criar Edições, 2006

MAINGUENEAU, Dominique. Novas tendências em análise do discurso. Campinas: Pontes, 1997.

RAJAGOPALAN, Kanavillil. Como o Internetês desafia a Linguística. In: SHEPHERD, T. G; SALIÉS, T. G (Orgs.) Linguística da Internet. São Paulo: Contexto, 2013.

ROJO, Roxane; MÚLTIPLOS, Letramentos. Multiletramentos, multilinguagens, novas aprendizagens. GRIM/UFC, v. 15, 2013.

SANTAELLA, Lucia. O leitor ubíquo. In: Comunicação ubíqua: repercussões na cultura e na educação. São Paulo: Paulus, 2013. p. 265-283

SANTAELLA, Lúcia. O ciberespaço e sua linguagem: a hipermídia. In: Navegar no ciberespaço: o perfil cognitivo do leitor imersivo. São Paulo: Paulus, 2004. pp. 37-53.

SILVA, Marco. Sala de aula interativa: a educação presencial e a distância em sintonia com a era digital e com a cidadania. In: Boletim Técnico do Senac, v. 27, n. 2, maio/ago. 2001. Disponível em: <http://www.senac.br/informativo/BTS/272e.htm. Acesso em: 7 mai. 2022.

SILVA, Marco. Educar na cibercultura: desafios à formação de professores para docência em cursos online. Revista Digital de tecnologias cognitivas, v. 3, n. 2010, p. 39-51, 2010

SOLÉ, Isabel. Estratégias de leitura. Porto Alegre: Artmed, 1998.

Downloads

Publicado

2022-12-19

Como Citar

SILVA, S. L.; NONATO DE OLIVEIRA, R. . LEITURA E NOVAS TECNOLOGIAS DIGITAIS NA VOZ DO PROFESSOR DA ESCOLA BÁSICA: DOI: https://doi.org/10.29327/232521.9.1-26. Revista Virtual Lingu@ Nostr@, [S. l.], v. 10, n. 2, p. 164–182, 2022. Disponível em: https://linguanostra.net/index.php/Linguanostra/article/view/262. Acesso em: 2 fev. 2023.

Edição

Seção

Artigos - Volume 10 - 2ª Edição

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

Obs .: Este plugin requer que pelo menos um plugin de estatísticas / relatório esteja ativado. Se seus plugins de estatísticas fornecerem mais de uma métrica, selecione também uma métrica principal na página de configurações do site do administrador e / ou nas páginas de configurações do gerente da revista.