AS ESTRATÉGIAS DE LEITURA COMPARTILHADA: POTENCIALIZAÇÃO DA APRENDIZAGEM

DOI: https://doi.org/10.29327/232521.9.1-22

Autores

  • Darliana França Universidade de Santa Cruz d Sul- Unisc
  • Joice Josiane Silva Machado Universidade de Santa Cruz do Sul
  • Sabrine Amaral Martins Townsend Universidade de Santa Cruz do Sul
  • Rosângela Gabriel Universidade de Santa Cruz do Sul

Palavras-chave:

Leitura; Leitura compartilhada; Estratégias de leitura.

Resumo

 A presente pesquisa discute a importância da leitura compartilhada com alunos da pré-escola. A leitura compartilhada oferece mais benefícios que a contação de histórias, prática comum em sala da pré-escola, a primeira expõe a criança a uma linguagem mais estruturada estando de acordo com a linguagem escrita, com as devidas concordâncias nominais e verbais, com termos que não fazem parte da variante oral, mais utilizada no cotidiano. Ao contrário, na contação de histórias as escolhas lexicais utilizadas tendem a ser aquelas do cotidiano. Também, pode haver pouca cautela nos usos gramaticais e a possibilidade de improvisação. Esta pesquisa qualitativa tem como objetivo reunir reflexões e resultados de investigações anteriores, considerando estratégias para potencializar a leitura compartilhada em sala de aula pré-escolar. Vale ressaltar que, a estratégia pode ser vista como uma técnica, procedimento, um caminho para alcançar um objetivo almejado, neste caso, otimizar a leitura e alcançar, efetivamente, a sua aprendizagem. Como resultado, observou-se que existem várias estratégias de leitura destacadas por essa literatura. Na escolha metodológica para este estudo, focamos em estratégias de leitura compartilhada para ampliação do repertório linguístico, desenvolvimento da consciência fonológica e compreensão leitora. De acordo com todos os textos estudados por esta equipa de investigação, a leitura partilhada pareceu ser uma excelente escolha para melhorar a compreensão leitora e as competências linguísticas como novo vocabulário e contato com a linguagem escrita. Como conclusão, estratégias de leitura compartilhada bem planejadas potencializam o desenvolvimento linguístico e cognitivo das crianças nesta fase escolar. Por esse motivo, esta pesquisa recomenda fortemente a adoção de momentos de leitura compartilhada nas salas de aula da pré-escola.

Biografia do Autor

Joice Josiane Silva Machado, Universidade de Santa Cruz do Sul

Mestranda em Letras pela Universidade de Santa Cruz do Sul. Graduada em Letras (Português/Inglês) pela Universidade de Santa Cruz do Sul (2013). Atualmente, professora da área de Linguagens no Instituto DOM - Polo de Santa Cruz do Sul e no ensino público da Rede Estadual de Educação. Experiência na área de Letras, com ênfase em Literatura Brasileira e Leitura e Produção de Textos

Sabrine Amaral Martins Townsend , Universidade de Santa Cruz do Sul

stágio de Pós-Doutoramento da CAPES em andamento pela Universidade de Santa Cruz do Sul (UNISC) na área de Estudos Linguísticos e Cognição, com supervisão da Profa. Dra Rosângela Gabriel. É integrante do grupo de pesquisa Linguagem e Cognição e membro da Associação Brasileira de Linguística (ABRALIN). Realizou doutorado em Letras bolsa integral do Conselho Nacional de Pesquisa (CNPQ) na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, em Porto Alegre -RS, sob orientação da Profª Drª Lilian Cristine Hübner. Possui Mestrado em Linguística Aplicada com ênfase na Aquisição, Variação e Ensino de línguas na Universidade Católica de Pelotas - UCPEL (2008-2010), em Pelotas - RS, atendo-se às áreas de Psicolinguística e Neurociências, sendo orientada pela Profª Drª Márcia Zimmer. Graduada em Letras Português - Inglês pela Universidade Federal do Rio Grande - FURG (2004-2007). Pesquisa sobre cognição e leitura e, atualmente, tem como foco confecção e adaptação de textos e/ou tarefas para a compreensão linguística na população idosa.

Rosângela Gabriel, Universidade de Santa Cruz do Sul

Rosângela Gabriel é professora e pesquisadora do curso de graduação em Letras e do Programa de Pós-Graduação em Letras (PPGL), área de concentração "LEITURA: estudos linguísticos, literários e midiáticos", da Universidade de Santa Cruz do Sul (UNISC), RS, Brasil. Possui Graduação em Letras pela Fundação Alto Taquari de Ensino Superior (1993), Mestrado em Letras, área de concentração em Lingüística, pela PUCRS (1996), Doutorado em Letras / Linguística, pela PUCRS (2001), tendo realizado doutorado-sanduíche no Departamento de Psicologia Experimental da Universidade de Oxford / Inglaterra (1999-2000). Coordenadora de Pós-Graduação Stricto Sensu (2009-2012) e Pró-Reitora de Pesquisa e Pós-Graduação (2013) da Unisc. Coordenadora do GT Linguística e Cognição da ANPOLL nos biênios 2012-2014 e 2016-2018. Pesquisadora visitante no Centre de Recherche Cognition & Neuroscience (CRCN), da Université Libre de Bruxelles, Bélgica (BEX CAPES), no período de fev/2015 a jan/2016. Editora da revista Signo - ISSN 1982 2014, do CEPELL UNISC, desde 2006. Líder do Grupo de Pesquisa Linguagem e Cognição CNPq desde 2003. Bolsista Produtividade em Pesquisa CNPq desde 2015. Coordenadora adjunta (2016-2017/2018-2019) e coordenadora (2020-2023) do Programa de Pós-Graduação em Letras - Mestrado e Doutorado, da Unisc. Membro da Society for the Scientific Study of Reading - SSSR. Membro da ABRALIN - Associação Brasileira de Linguística. Pesquisadora Associada à Rede Nacional de Ciência para a Educação - Rede CpE. Tem experiência na área de Linguìstica, com ênfase em Ciências Cognitivas, atuando principalmente nos seguintes temas: leitura (alfabetização, compreensão e avaliação em leitura), cognição, memória, aquisição e processamento da linguagem oral e escrita.

Referências

ADAMS, M. et al. Consciência Fonológica em crianças pequenas. Porto Alegre: Artmed. 2006.

ALVES, G. F. As práticas docentes de estratégias de leitura na Educação Infantil. 2010. Dissertação (Mestrado em Educação) _ Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2010. Disponível em https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/4022. Acesso em 18 jun. 2021.

ANGELO, C. M. P.; MENEGASSI, R. J. Perguntas de leitura na prática docente em sala de apoio. Rev. Brasileira: Linguística Aplicada. Belo Horizonte, v. 14, n. 3, p. 661-688, set. 2014. Disponível em: <. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1984-63982014000300008&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 15 mar. 2015.

ANTUNES, J. M. A; MARTINS R. L.; KUNZ, M. A. Eu Conto, Tu Contas, Ele Conta: A Leitura Compartilhada para a Promoção do Protagonismo Infantil. Revista Humanidades e Inovação. v.8, n.33. 2021. Disponível em: https://revista.unitins.br/index.php/humanidadeseinovacao/article/view/3978. Acesso em: 10 jun 2021.

AZEVEDO, F. Literatura infantil: recepção leitora e competência literária. In: AZEVEDO, Fernando (coord.). Língua materna e literatura infantil: elementos nucleares para professores do ensino básico. Lisboa/Porto: Lidel, 2006.

BARBOSA, G. K. A.; RODRIGUES, A. M. R.; OLIVEIRA M. S. de. A Utilização de Estratégias de Leitura: Reflexões sobre a Habilidade da Compreensão Leitora em Adolescentes. Revista Contemporânea de Educação. N º 11 - janeiro/julho de 2011. Disponível em: https://revistas.ufrj.br/index.php/rce/article/view/1630. Acesso em: 18 maio 2021.

BIMONTI, R. P. A Importância da Consciência Fonológica na Educação Infantil. V. 1, São Paulo – 2008. Disponível em: https://docplayer.com.br/11948488-A-importancia-da-consciencia-fonologica-na-educacao-infantil.html. Acesso em: 18 maio 2021.

BORTONI-RICARDO, S. M. Nós cheguemu na escola, e agora? Sociolinguística e Educação. São Paulo: Parábola Editorial, 2005.

BRANDÃO, A. C. P.; ROSA, E. C. S. A leitura de textos literários na sala de aula: é conversando que a gente se entende. 2010. In: OLIVEIRA, K. R. S.; FERREIRA, S. P. A. Compreensão de textos literários por alunos da educação infantil. Psicologia Escolar e Educacional. 2019, v.23. Disponível em: https://www.scielo.br/j/pee/a/sPqPcfWJ3r6tcMf59jL3pFb/abstract/?lang=pt. Acesso em 20 jun. 2021.

CARVALHAIS, L. Treino de consciência fonológica em crianças com dificuldades de aprendizagem. Disponível em: https://www.ldworldwide.org/pdf/portuguese/angola/ssl/angola-ssl-n2v1-carvalhais1.pdf . Acesso em: 20 maio 2021.

COLL, C. La construcción de esquemas de conocimiento em el processo de enseñanza/aprendizaje, in: SOLÉ, I. Estratégias de Leitura. Porto alegre: Artes médicas, 1998.

COLOMER, T.; CAMPS, A. Ensinar a ler, ensinar a compreender. Tradução de Fátima Murad. Porto Alegre: Artmed, 2002.

DARNTON, R. “História da Leitura”. In: A Escrita da História. São Paulo. UNESP. 1992.

ELLEY, W. B. Vocabulary acquisition from listening to stories. Reading Research Quarterly. 1989. In: VAZ, Aline Melina. Leitura compartilhada de histórias e a aprendizagem incidental de vocabulário. 2015. Dissertação (Mestrado em Ciências). Faculdade de Filosofia, Ciência e Letras de Ribeirão Preto, Ribeirão Preto, 2015. Disponível em: https://teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59134/tde-04042015-125045/pt-br.php . Acesso em: 1 jun. 2021.

FRIER, C; CORRÊA, M. L. G; CASTRO, R. L de. Leituras dialogadas: alguns aspectos interacionais dos rituais de leitura compartilhada. Filologia e Linguística. Portuguesa, n. 8, p. 327-359, 2007. Disponível em: https://doi.org/10.11606/issn.2176-9419.v0i8p327-359. Acesso em: 15 maio 2021.

FREIRE, P. A importância do Ato de Ler: em três artigos que se completam. São Paulo: Autores Associados. Cortez, 1989.

GABRIEL, R.; MORAIS, J. A leitura compartilhada, na família e na escola. In: FLÔRES, O. C.; GABRIEL, R. O que precisamos saber sobre leitura? Contribuições interdisciplinares. Santa Maria: Editora UFSM, 2017.

GARCIA, F. P., VAZ, A. M., SCHMIDT, A. Leitura compartilhada de livros e aprendizagem de palavras em crianças pré-escolares. Temas em Psicologia. 2016, vol.24, n.4, pp. 1437-1449. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S1413-389X2016000400014&lng=pt&nrm=iso . Acesso em: 13 jun. 2021.

GROSSMANN, F. Enfances de la lecture, Manières de faire, manières de lire à l’école maternelle. Berne, P. Lang (deuxième édition), 2001. In: FRIER, Cathy; CORRÊA, Manoel Luiz Gonçalves; CASTRO, Rosana Lourdes de. Leituras dialogadas: alguns aspectos interacionais dos rituais de leitura compartilhada. Filologia e Linguística. Portuguesa, n. 8, p. 327-359, 2006. Disponível em: https://doi.org/10.11606/issn.2176-9419.v0i8p327-359. Acesso em: 15 maio 2021.

KARRASS, J.; BRAUNGART-RIEKER, J. M. Effects of shared parent–infant book reading on early language acquisition. Applied Developmental Psychology 26, 133– 148, 2005. In: PEREIRA, A; GABRIEL, R; JUSTICE, L. M. O Papel da Formulação de Questões Durante a Leitura Compartilhada de Livros na Educação Infantil. Ilha do Desterro v. 72, nº 3, p. 201-221, Florianópolis, set/dez 2019. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ides/a/J45rmX7Hd4ZJcKrFFnZwVJN/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 10 maio 2021.

KLEIMAN, A. Leitura: Ensino e Pesquisa. 2 e.d. São Paulo: Pontes, 2001.

KRUGER, L. A Leitura Compartilhada e o Desenvolvimento das Habilidades Metalinguísticas- O Que Pais Precisam Saber? (Monografia em Letras) Universidade do Taquari- Univates. Disponível em: https://univates.br/bdu/handle/10737/2357. Acesso em: 18 maio 2021.

LEFFA, V. J. Aspectos da leitura. Porto Alegre: Sagra: DC Luzzatto, 1996.

MIRANDA, A. C.A. Estratégias de ampliação do repertório verbal em crianças pré-escolares por meio de leitura compartilhada de histórias. Dissertação (Mestrado em Ciências) _ Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras, Ribeirão Preto, 2018. Disponível em: https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59134/tde-21112018-112132/pt-br.php. Acesso em: 15 maio 2021.

MODESTO-SILVA, K. A. de A. O nascimento do pequeno leitor: mediação, estratégias e leitura na primeiríssima infância. 2019. 279f. Tese (Doutorado em Educação) - Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT), Universidade Estadual Paulista (Unesp), Presidente Prudente, 2019. Lajeado, 2018.

OLIVEIRA, K. R. S.; FERREIRA, S. P. A. Compreensão de textos literários por alunos da educação infantil. Psicologia Escolar e Educacional. 2019, v.23. Disponível em: https://www.scielo.br/j/pee/a/sPqPcfWJ3r6tcMf59jL3pFb/abstract/?lang=pt. Acesso em 20 jun. 2021.

OLIVEIRA, J. B. A. Leitura desde o berço: Políticas Sociais Integradas para a Primeira Infância. Brasília, DF: Instituto Alfa e Beto, 2011.

PALINCAR, A. S.; BROWN, A. L. Reciprocal teaching of compreheension-fostering and comprehension-monitoring activities. Cognition and instruction. 1984. In: SOLÉ, I. Estratégias de Leitura. Porto alegre: Artes médicas, 1998.

PEREIRA, A. E.; GABRIEL, R; JUSTICE, L. M. O Papel da Formulação de Questões Durante a Leitura Compartilhada de Livros na Educação Infantil. Ilha do Desterro, v. 72, p. 201-221, 2020. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ides/a/J45rmX7Hd4ZJcKrFFnZwVJN/abstract/?lang=pt. Acesso em: 20 maio 2021.

ROGOSKI, et al. Compreensão após leitura dialógica: Efeitos de dicas, sondas e reforçamento diferencial baseados em funções narrativas. Revista Perspectivas: 2015, vol.06 n°01 pp. 048-059. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/pdf/pac/v6n1/v6n1a05.pdf Acesso em: 15 maio 2021.

SOLÉ, I. Estratégias de leitura. Porto Alegre: Artes médicas, 1998.

SOUZA, R. J. de; MARTINS, I. A. Educação infantil e literatura: um direito a sonhar, ampliar e construir repertório. Conjectura: Filosofia e Educação. Caxias do Sul, v. 20, n. especial, p. 221-239, 2015. Disponível em: http://www.ucs.br/etc/revistas/index.php/conjectura/article/view/3660. Acesso em 30 jun. 2021.

VAZ, A. M. Leitura compartilhada de histórias e a aprendizagem incidental de vocabulário. 2015. Dissertação (Mestrado em Ciências). Faculdade de Filosofia, Ciência e Letras de Ribeirão Preto, Ribeirão Preto, 2015. Disponível em: https://teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59134/tde-04042015-125045/pt-br.php . Acesso em: 1 jun. 2021.

VYGOTSKI, L.S. A formação social da mente: o desenvolvimento dos processos psicológicos superiores. Organizadores Michael Cole [et al]: tradução: José Cipolla Neto, Luís Silveira Menna Barreto, Solange Castro Afeche. 7. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

ZUANETTI, P. A; NOVAES, C. B; FUKUDA, M. T. H. Intervenção baseada em leitura compartilhada de histórias: efeito nas tarefas de baixo e alto nível de leitura e escrita. Codas, 2021. Disponível em: https://doi.org/10.1590/2317-1782/20202020129. Acesso em: 20 maio 2021.

Downloads

Publicado

2022-12-19

Como Citar

FRANÇA, D.; SILVA MACHADO, J. J. .; AMARAL MARTINS TOWNSEND , S.; GABRIEL, R. . AS ESTRATÉGIAS DE LEITURA COMPARTILHADA: POTENCIALIZAÇÃO DA APRENDIZAGEM : DOI: https://doi.org/10.29327/232521.9.1-22. Revista Virtual Lingu@ Nostr@, [S. l.], v. 10, n. 2, p. 74–97, 2022. Disponível em: https://linguanostra.net/index.php/Linguanostra/article/view/264. Acesso em: 2 fev. 2023.

Edição

Seção

Artigos - Volume 10 - 2ª Edição

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

Obs .: Este plugin requer que pelo menos um plugin de estatísticas / relatório esteja ativado. Se seus plugins de estatísticas fornecerem mais de uma métrica, selecione também uma métrica principal na página de configurações do site do administrador e / ou nas páginas de configurações do gerente da revista.