A LEITURA NA EDUCAÇÃO INFANTIL: A PROPOSTA DA BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR

DOI: https://doi.org/10.29327/232521.9.1-20

Autores

  • Darliana França Universidade de Santa Cruz d Sul- Unisc
  • Carlos Universidade de Santa Cruz do Sul

Palavras-chave:

Leitura; Educação Infantil; Base Nacional Comum Curricular.

Resumo

O presente artigo busca analisar, por meio de pesquisa qualitativa, como a leitura para a Educação Infantil é retratada na Base Nacional Comum Curricular, bem como quais as habilidades as crianças deverão desenvolver ao final de cada etapa, os gêneros textuais apresentados nessas fases (bebês, crianças bem pequenas e crianças pequenas) e as mudanças advindas com as transformações sociais e digitais no mundo da leitura. A Base Nacional Comum Curricular nasce de a necessidade ter-se uma base comum para a elaboração dos currículos nacionais, ela não é algo novo, vem sendo prevista e desejada desde a Constituição Federal de 1988, todavia também neste documento, prevê-se a parte diversificada que respeita e valoriza as peculiaridades de cada região. Os pressupostos teóricos assumidos nesta pesquisa foram Cosson (2021 e 2009), Martins (1994), Maguel (2004), Leffa (1996) que teorizam o que é a leitura e sua historicidade; Bajard (2007), Solé (2003), Gabriel e Moraes (2017), Brandão (2011) e Yunes (2021) que investigam acerca das dimensões da leitura, além de um olhar mais criterioso acerca da Base Nacional Comum Curricular (2017).

Biografia do Autor

Carlos, Universidade de Santa Cruz do Sul

Possui graduação em Letras Português/Inglês e Respectivas Literaturas pela Universidade de Santa Cruz do Sul (1987), Mestrado em Letras pela Universidade Federal de Santa Maria (1995) e Doutorado em Letras pela Universidade Federal de Santa Maria (2007). Especialização em Metodologia do ensino de Língua Portuguesa e Literatura - FISC. Atualmente é professor adjunto da Universidade de Santa Cruz do Sul. Exerce também a Coordenação do Curso de Letras da Unisc e Coordena o Centro de Línguas e Culturas da Unisc. Atua no curso de Graduação em Letras e no Programa de Pós-Graduação em Letras - Mestrado e Doutorado da Unisc. Tem experiência na área de Linguística, com ênfase em Análise do Discurso e Estudos Cognitivos, atuando principalmente nos seguintes temas: texto, discurso, sentido, sujeito, leitura, cognição, letramento e ensino de Língua Inglesa. Coordena o Projeto de Pesquisa Gestos de leitura - discurso, cognição e sentido. Tem ainda sob sua Coordenação dois projetos de Pibid - Português e Língua Inglesa. Coordena ainda os exames de Língua Estrangeira aplicados para o Stricto Sensu e para a graduação. É responsável também pela coordenação da redação nos processos seletivos da universidade. 

Referências

ABRAMOVICH, Fanny. Literatura Infantil: Gostosuras e bobices. São Paulo: Scipione, 1995.

ABREU, Márcia. Leitura, História e História da Leitura. São Paulo: Mercado das Letras, 2002.

AMARILHA, Marly. Imagens sim, palavras não. In: ______. Estão mortas as fadas? Literatura infantil e prática pedagógica. Petrópolis-RJ: Vozes, 1997. p. 39-44

BAJARD, Élie. Eles leem, mas não compreendem: Onde está o equívoco? São Paulo: Cortez, 2007.

BRASIL. Ministério de Educação e do Desporto. Referencial Curricular Nacional para Educação Infantil. Brasília, DF: MEC, 1998, v. 3.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Brasília, 2017. Disponível em: http://basenacionalcomum. mec.gov.br/wp- content/uploads/2018/02/bncc-20dez-site.pdf. Acesso em: 03 de setembro de 2019.

BRANDÃO, A. C. e ROSA, E. C. Ler e escrever na educação infantil: discutindo práticas pedagógicas. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2011.

COMPIANI, M. . Comparações entre a bncc atual e a versão da consulta ampla, item ciências da natureza. Ciências em Foco, Campinas, SP, v. 11, n. 1, p. 16, 2021. Disponível em: https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/cef/article/view/15027. Acesso em: 4 jan. 2022.

CORSINO, Patrícia. Leitura na Educação Infantil: possibilidades e ampliações. In: PAIVA, Aparecida; MACIEL, Franscisca; COSSON, Rildon. (Orgs.). Coleção Explorando o Ensino: Literatura e formação de leitores no ensino fundamental. SEB/ MEC, 2010

COSSON, RILDO. Como criar círculos de leitura na sala de aula. São Paulo: Editora Contexto: 2021.

________. Letramento Literário: Teoria e prática. São Paulo: Editora Contexto: 2009.

COUTO, Edvaldo Souza. A infância e o brincar na cultura digital. Perspectiva, v. 31, n. 3, p. 897-916, 2013.

DE SOUZA, Jamilly Menezes Santos. Rodas de histórias: a importância da socialização no desenvolvimento da linguagem da criança. Encontro Internacional de Formação de Professores e Fórum Permanente de Inovação Educacional, v. 9, n. 1, 2016. Disponível em: https://eventos.set.edu.br/enfope/article/view/2140. Acesso em: 03 jan 2022.

FREIRE, Paulo. A importância do Ato de Ler: em três artigos que se completam. São Paulo: Autores Associados. Cortez, 1989.

GABRIEL, R.; MORAIS, J. A leitura compartilhada, na família e na escola. In: FLÔRES, O. C.; GABRIEL, R. O que precisamos saber sobre leitura? Contribuições interdisciplinares. Santa Maria: Editora UFSM.

KRUGER, Letícia. A Leitura Compartilhada e o Desenvolvimento das Habilidades Metalinguísticas- O Que Pais Precisam Saber? (Monografia em Letras) Universidade do Taquari- Univates. Disponível em: https://univates.br/bdu/handle/10737/2357. Acesso em: 18 dez 2021.

JARDIM, Mara Ferreira. Critérios para análise e seleção de textos de literatura infantil. In: SARAIVA, Juracy Assman (Org.). Literatura e Alfabetização: do plano do choro ao plano da ação. Porto Alegre: ArtMed, 2000. cap. 9.

LEFFA, Vilson J. Perspectivas no estudo da leitura; Texto, leitor e interação social. In: LEFFA, Vilson J. ; PEREIRA, Aracy, E. (Orgs.) O ensino da leitura e produção textual; Alternativas de renovação. Pelotas: Educat, 1999. p. 13-37.

MANGUEL, Alberto. Uma História da Leitura. São Paulo: Companhia das Letras, 2004.

MARCUSCHI, L. A. Produção textual, análise de gêneros e compreensão. São

Paulo: Parábola Editorial, 2008.

MARTINS, Maria Helena. O que é leitura. São Paulo: brasiliense, 1994.

MENEZES, José Américo; COUTO, Edvaldo Souza. Clicar e brincar: o lúdico na cibercultura infantil. In: ENCONTRO DE ESTUDOS MULTIDISCIPLINARES EM CULTURA, 6., 2010, Salvador. Anais... Salvador, BA: UFBA, 2010. Disponível em: http://www.cult.ufba.br/wordpress/24368.pdf. Acesso em: 2 jan 2022.

NASCIMENTO, Bárbhara. Argumentação nas rodas de história: reflexões sobre a mediação docente na educação infantil. Dissertação (Mestrado em Educação) – Recife, 2012. Disponível em: https://attena.ufpe.br/bitstream/123456789/12833/1/Disserta%C3%A7%C3%A3o_B%C3%81RBHARA_ELYZABETH_SOUZA_NASCIMENTO___%C3%80REA_EDUCA%C3%87%C3%83O.pdf. Acesso em: 04 jan 2022.

NOGUEIRA, Teresinha Nunes. A leitura na BNCC: propostas de intervenção para o ensino fundamental II. 2020. 131f. Dissertação (Mestrado Profissional em Letras - PROFLETRAS) - Centro de Formação de Professores, Universidade Federal de Campina Grande, Cajazeiras, Paraíba Brasil, 2020. Disponível em:

http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/xmlui/handle/riufcg/21315. Acesso em: 08 jan 2022.

NUNES, Myllena Rodrigues; GOMES, Priscila Silva. A importância das ilustrações na literatura infantil e a necessidade de formação de leitores de imagens. Universidade Federal de Campina Grande, 2014. Disponível em: https://www.editorarealize.com.br/editora/anais/enlije/2014/Modalidade_4datahora_25_05_2014_20_31_46_idinscrito_749_9f936bc81d2934c6a012434583e5329a.pdf. Acesso em: 29 dez 2021.

OLIVEIRA, Jakson José Gomes de; OLIVEIRA, Ana Lúcia Almeida de. Reflexões sobre a Base Nacional Comum Curricular (BNCC): caminhos para sua efetivação no município de Senador José Porfírio no Pará. 2019. Disponível em: https://repositorio.ufc.br/handle/riufc/47178. Acesso em: 28 Dez 2021.

PEREIRA, A. E.; GABRIEL, R; JUSTICE, L. M. O Papel da Formulação de Questões Durante a Leitura Compartilhada de Livros na Educação Infantil. Ilha do Desterro, v. 72, p. 201-221, 2020. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ides/a/J45rmX7Hd4ZJcKrFFnZwVJN/abstract/?lang=pt. Acesso em: 20 maio 2021.

PIMENTEL, Fernando Silvio Cavalcante. A aprendizagem das crianças na cultura digital. 2015. 201 f. Tese (Doutorado em Educação) – Centro de Educação, Programa de Pós Graduação em Educação, Universidade Federal de Alagoas, Maceió, 2015. Disponível em: http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/1441. Acesso em: 02 jan 2022.

PRENSKY, Marc. Nativos digitais, imigrantes digitais. On the horizon, v. 9, n. 5, p. 1-6, 2001. Disponível em: http://poetadasmoreninhas.pbworks.com/w/file/fetch/60222961/Prensky%20-%20Imigrantes%20e%20nativos%20digitais.pdf. Acesso em: 02 jan 2022.

ROJO, Roxane. Letramento e capacidades de leitura para a cidadania. São Paulo: See: CenP, p. 853, 2004.

SANTOS, Maria José dos; BARRERA, Sylvia Domingos. Escrita de textos narrativos sob diferentes condições de produção. Psicologia Escolar e Educacional, v. 19, p. 253-260, 2015. Disponível em: https://www.scielo.br/j/pee/a/jxQWnnyKRhc5tJWrchjwHcm/?format=html. Acesso em: 02 jan 2022.

SILVA, Ana Laura Ribeiro da. Leitura na educação infantil: Implicações da teoria histórico-cultural. 2016. Disponível em: https://repositorio.unesp.br/handle/11449/137750. Acesso em 23 dez 2021.

SMOLE, K. C. S. A matemática na educação infantil: a teoria das inteligências múltiplas na prática escolar. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 2000

SOLÉ, Isabel. Leitura em Educação Infantil? Sim, Obrigada! In: TEBEROSKY, Ana. Et al. Compreensão de leitura: a lingua como procedimento. São Paulo: Artmed, 2003.

SOUSA, L. O. de; BERNARDINO, A. D. A contação de histórias como estratégia pedagógica na educação infantil e ensino fundamental. Educere et Educare, [S. l.], v. 6, n. 12, 2011. DOI: 10.17648/educare.v6i12.4643. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/educereeteducare/article/view/4643. Acesso em: 29 dez. 2021.

SPINILLO, A. G. (2001). A produção de histórias por crianças: a textualidade em foco. Em J. Correa, A. G. Spinillo, & S. Leitão. Desenvolvimento da Linguagem: escrita e textualidade (pp. 73- 116). Rio de janeiro: Faperj/Nau.

YUNES, Eliane. Mediadores e leitura. Bate-papo promovido pelo Instituto de Leitura Quindim em parceria com Universidade de Caxias do Sul (UCS). 22 out 2021. Disponível em: https://www.institutoquindim.com.br/post/mediadores-e-leitura-por-eliana-yunes. Acesso em: 31 dez 2022.

Downloads

Publicado

2022-12-19

Como Citar

FRANÇA, D.; AYRES, C. R. A LEITURA NA EDUCAÇÃO INFANTIL: A PROPOSTA DA BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR : DOI: https://doi.org/10.29327/232521.9.1-20. Revista Virtual Lingu@ Nostr@, [S. l.], v. 10, n. 2, p. 25–49, 2022. Disponível em: https://linguanostra.net/index.php/Linguanostra/article/view/265. Acesso em: 2 fev. 2023.

Edição

Seção

Artigos - Volume 10 - 2ª Edição

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

Obs .: Este plugin requer que pelo menos um plugin de estatísticas / relatório esteja ativado. Se seus plugins de estatísticas fornecerem mais de uma métrica, selecione também uma métrica principal na página de configurações do site do administrador e / ou nas páginas de configurações do gerente da revista.