A COESÃO NA LEITURA DE TEXTOS DE CURIOSIDADE CIENTÍFICA: UM ESTUDO COM ALUNOS DE 5º E 6º ANOS DO ENSINO FUNDAMENTAL

DOI: https://doi.org/10.29327/232521.9.1-26

Autores

  • Danielle Baretta PUCRS
  • Vera Wannmacher Pereira Universidade Estadual de Santa Catarina
  • Caroline Bernardes Borges Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
  • Dhaiele Santana Schmidt Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Palavras-chave:

Leitura, Textos de curiosidade científica, Tecnologias no ensino, Compreensão leitora, Consciência textual

Resumo

O presente artigo apresenta o recorte de uma pesquisa vinculada a um projeto de origem – encerrado em 2021 –, o qual contou com o apoio do CNPq e da FAPERGS. O estudo realizado está ancorado nos pressupostos psicolinguísticos acerca da leitura e da compreensão leitora. No projeto em questão, 205 alunos de 5º e 6º anos do Ensino Fundamental de 4 escolas do Rio Grande do Sul (3 escolas públicas e 1 escola de obra social) participaram de uma intervenção de ensino que focalizou o desenvolvimento das habilidades de compreensão leitora e consciência textual de seus participantes. O artigo traz o processo de criação dos materiais de leitura em tecnologias digitais, com textos de curiosidades científicas e perguntas lúdicas e interativas, organizados em quatro módulos de conteúdo (superestrutura, coerência, coesão lexical e coesão gramatical); entretanto, destaca-se aqui o recorte dos módulos de coesão lexical e coesão gramatical. A fim de avaliar a contribuição da intervenção, foi aplicado um pré-teste – antes das oficinas – e um pós-teste – após as oficinas. Os dados foram tabulados e analisados, considerando os escores de compreensão leitora e consciência textual no módulo de coesão lexical e coesão gramatical, assim como analisados entre os 4 grupos de escolas. Nesse contexto, observou-se um desempenho variado, com desenvolvimento de até 13,54% nos escores dos alunos. O projeto é relevante para o incentivo da criação de tecnologias de ensino e aprendizagem, unindo a Psicolinguística e tecnologias digitais de forma interessante e engajadora, e visando ao desenvolvimento das habilidades de leitura de alunos do Ensino Fundamental.

Referências

ADAM, Jean-Michel. A Linguística: introdução à análise textual dos discursos. São Paulo: Cortez, 2008.

BAARS, Bernard. A cognitive theory of consciousness. Cambridge: Cambridge Univ., 1993.

BAZERMAN, Charles. Gêneros textuais, tipificação e interação. São Paulo: Cortez, 2009.

BORGES, Caroline; PEREIRA; Vera Wannmacher. Relações entre compreensão leitora, procedimentos de leitura e conhecimentos prévios, considerando objetivos de leitura. In: Acta Scientiarum. Language and Culture, v. 40, n. 2, set, 2018, p. 1-12.

BUBLITZ, Graziela. A consciência semântico-pragmática de crianças que ingressam aos seis anos no Ensino Fundamental. In: Trevisan, Albino; Mosquera, Juan José Mouriño; Pereira, Vera Wannmacher (org.). Alfabetização e cognição. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2011.

CAPOVILLA, Fernando; CAPOVILLA, Alessandra. Prova de consciência sintática normatizada e validada: para avaliar a habilidade metassintática de escolares de 1ª a 4ª séries do Ensino Fundamental. São Paulo: Memnon, 2006.

CHAROLLES, Michel. Introduction aux problèmes de la cohérence des textes. In: Langue Française, Paris, n. 38, mai. 1978, p. 7-41.

COLOMER, Teresa.; CAMPS, Anna. Ensinar a ler e ensinar a compreender. Porto Alegre: Artes Médicas, 2002.

COSCARELLI, Carla Viana. Entre textos e hipertextos. In: COSCARELLI, Carla Viana (org). Novas tecnologias, novos textos, novas formas de pensar. Belo Horizonte: Autêntica, 2002, p. 111-118.

DEHAENE, Stanislas. Les neurones de la lecture. Paris: Odile Jacob, 2007.

DEHAENE, Stanislas. Signatures of consciousness: a talk by Stanislas Dehaene. [Entrevista concedida a] Edge, Paris, 2009, material online. Disponível em: https://www.edge.org/conversation/signatures-of-consciousness. Acesso em 12 de agosto de 2022.

GOMBERT, Jean Émile. Metalinguistic development. Chicago: The University of Chicago Press: 1992.

HALLIDAY, M. A. K.; HASAN, Ruqaiya. Cohesion in English. London: Longman, 1976.

INEP - INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA. IDEB: Resultados e Metas. Brasília: INEP, 2018. Disponível em: http:// ideb.inep.gov.br/resultado/resultado/resultadoBrasil.seam?cid=3211181. Acesso em: 16 ago. 2022.

IPM - INSTITUTO PAULO MONTENEGRO. INAF Brasil 2018. São Paulo: IPM, 2018. Disponível em: https://ipm.org.br/relatorios. Acesso em: 10 ago. 2022.

KATO, Mary. O aprendizado da leitura. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

LEFFA, Vilson. Aspectos da leitura: uma perspectiva psicolinguística. Porto Alegre: Sagra-Luzzatto, 1996.

PEREIRA, Vera Wannmacher. Compreensão da leitura e consciência textual nos anos iniciais. In: Signo. Florianópolis: UNISC, v. 38, 2013, p. 29-43.

PEREIRA, Vera Wannmacher; SCLIAR-CABRAL, Leonor. Compreensão de textos e consciência textual: caminhos para o ensino nos anos iniciais. Florianópolis: Insular, 2012.

PINTO, Maria da Graça Lisboa. A pesquisa em linguagem ou da exploração de um complexo disciplinar com exigências metodológicas próprias. In: Pereira, V. W.; Guaresi, R. (orgs.), Leitura e escrita em avaliação: A ciência em busca de maior esclarecimento da linguagem verbal [Recurso eletrônico]. Vitória da Conquista: Fonema e Grafema, 2020, p. 25-49.

POERSCH, José Marcelino. Contribuições do paradigma conexionista na obtenção de conhecimento linguístico. In: LAMPRECHT, R. (Org). Anais do IV Encontro Nacional sobre Aquisição da Linguagem. Porto Alegre: EDIPUCRS, v. 33, n. 2, 1998, p. 37-42.

SCLIAR-CABRAL, Leonor. Processamento bottom-up na leitura. In: Veredas on-line: Revista de Estudos Psicolinguísticos, Juiz de Fora, v. 12, n. 2, 2008, p. 24-33. Disponível em: https://www.ufjf.br/revistaveredas/files/2009/12/artigo02.pdf, acesso em 16 ago. 2022.

SCLIAR-CABRAL, Leonor. Processamento da leitura: recentes avanços das neurociências. In: PEREIRA, Vera Wannmacher; COSTA, Jorge Campos da (orgs.). Linguagem e cognição: relações interdisciplinares. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2009, p. 49-60.

SLAMA-CAZACU, Tatiana. Psicolinguística Aplicada ao ensino de línguas. São Paulo: Pioneira, 1979.

SMITH, Frank. Compreendendo a leitura: uma análise psicolinguística da leitura e do aprender a ler. Porto Alegre: Artes Médicas, 2003.

SPINILLO, Alina; MOTA, Márcia da; CORREA, Jane. Consciência metalingüística e compreensão da leitura: diferentes facetas de uma relação complexa. Educar em Revista. Curitiba: Ed. UFPR, n. 38, set./dez. 2010, p. 157-171.

SPINILLO, Alina. A dimensão social, linguística e cognitiva da compreensão de textos: considerações teóricas e aplicadas. In: Mota, M. P. da, & Spinillo, A. G. (orgs.), Compreensão de textos (pp. 171-198). São Paulo: Casa do Psicólogo, 2013.

VAN DIJK, Teun. La ciencia del texto: un enfoque interdisciplinario. Espanha: Paidós Ibérica, 1992.

Downloads

Publicado

2022-12-19

Como Citar

BARETTA, D.; WANNMACHER PEREIRA, V. .; BERNARDES BORGES, C. .; SANTANA SCHMIDT, D. A COESÃO NA LEITURA DE TEXTOS DE CURIOSIDADE CIENTÍFICA: UM ESTUDO COM ALUNOS DE 5º E 6º ANOS DO ENSINO FUNDAMENTAL: DOI: https://doi.org/10.29327/232521.9.1-26. Revista Virtual Lingu@ Nostr@, [S. l.], v. 10, n. 2, p. 183–210, 2022. Disponível em: https://linguanostra.net/index.php/Linguanostra/article/view/266. Acesso em: 2 fev. 2023.

Edição

Seção

Artigos - Volume 10 - 2ª Edição

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

Obs .: Este plugin requer que pelo menos um plugin de estatísticas / relatório esteja ativado. Se seus plugins de estatísticas fornecerem mais de uma métrica, selecione também uma métrica principal na página de configurações do site do administrador e / ou nas páginas de configurações do gerente da revista.