Intervenção em casos de dislexia: uma revisão de literatura

Autores

  • Catiane Silva Santos Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB

Palavras-chave:

Dislexia, Intervenção, Consciência fonológica

Resumo

Os alunos com diagnóstico de dislexia apresentam déficits de aprendizagem de leitura e escrita equiparada ao rendimento de outras crianças com a mesma idade e período escolar. Desse modo, o presente trabalho tem como objetivo revisar a literatura científica acerca das estratégias de intervenção mais utilizadas na minimização da dificuldade de aprendizado da leitura e da escrita de alunos considerados com dislexia. Segundo as pesquisas analisadas, que servem como parâmetro para esta revisão, tais como Stanilas Dehaene (2012), Martins e Capellini (2011), Fadine e Capellini (2011), dentre outros, a origem dessa dificuldade repousa num déficit no processamento fonológico. Entretanto, com o intermédio de mecanismos de intervenção há possibilidades de superação de tais limitações, a fim de que a criança minimize sua dificuldade de aprendizado. Em relação a essas estratégias de intervenção observaram-se divergências e convergências nos estudos explorados. Verificou-se avanço significativo nos estudos que exploram o desenvolvimento de habilidades de consciência fonológica, aspecto nefrálgico em cérebros disléxicos, sendo este considerado plausível pela maioria desses estudos.

Biografia do Autor

Catiane Silva Santos, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB

Licenciada em Letras pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia. Especialista em Língua Portuguesa e Mestranda em Linguística pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

Referências

BOWERS, P. Tracing symbol naming speed’s unique contributions to reading disabilities over time. Reading and Writing, 1995. 7, 189-216.
BOWYER-CRANE, C.; SNOWLING, M. J.; DUFF, F. J.; FIELDSEND, E.; CARROLL, J. M.; MILES, J. Improving early language and literacy skills: differential effects of an oral language versus a phonology with reading intervention. J Child Psychol Psychiatry. 2008; 49(4):422-32.
CAPOVILLA, A. G. S.; CAPOVILLA, F. C. Efeitos do treino de consciência fonológica em crianças com baixo nível sócio-econômico. Psicol. Reflex. Crit. 2000;13(1):7-24.
DEHANE, S. Os neurônios da leitura: como a ciência explica a nossa capacidade de ler. Tradução: Leonor Scliar-Cabral. Porto Alegre: Penso, 2012.
DEUSCHLE, V. P.; CECHELLA, C. O déficit em consciência fonológica e sua relação com a dislexia: diagnóstico e intervenção. Rev CEFAC, v.11, Supl2, 2009. 194-200.
FADINI, C.C.; CAPELLINI, S.A. Eficácia do Treinamento de Habilidades Fonológicas em Crianças de Risco para Dislexia. Rev. CEFAC. 2011 Set-Out; 13(5):856-865
FLETCHER, J. M. Dyslexia: The evolution of a scientific concept. Journal of the International Neuropsychological Society, 2009.15(2), 501-508.
FRITH, U. Dyslexia as a developmental disorder of language. London, UK: MRC, Cognitive Development Unit. 1990.
GUARALDO, C.; CARDOSO-MARTINS, C. A hipótese do duplo-déficit e o desenvolvimento da leitura e da escrita. In D. D. Dell’Aglio (Ed.), V Congresso Brasileiro de Psicologia do Desenvolvimento – Psicologia do Desenvolvimento: Teorias, pesquisas e aplicações – Anais. São Paulo, SP: Sociedade Brasileira de
Psicologia do Desenvolvimento, 2005. p. 93.
LUKASOVA, K.; OLIVEIRA, D. G.; BARBOSA, A. C. C.; MACEDO, E. C. Habilidades de leitura e escrita de crianças disléxicas e boas leitoras. Arquivos Brasileiros de Psicologia, 60(1) 45-54. 2008.
MARTINS, M. A.; CAMPELLINI, S.A. Intervenção precoce em escolares de risco para a dyslexia: Revisão da Literatura. Rev. CEFAC, São Paulo, 2011.
MOTA, M.; ANIBAL, L.; LIMA, S. A morfologia derivacional contribui para a leitura e escrita no português? Psicologia: Reflexão e Crítica, 2008. 21,311-318.
NIKAEDO, C. C. Intervenção coletiva com programa alfabetização fônica computadorizada em escolares do ensino fundamental. (Dissertação de Mestrado). Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, SP, Brasil. 2007.
PAULA, G.R.; MOTA, H.B.; KESKE-SOARES, M. A terapia em consciência fonológica no processo de alfabetização. Pró-Fono R. Atual. Cient. v.17 n.2 Barueri: May/Aug. 2005.
RASHOTTE, C. A.; MACPHEE, K. & TORGESEN; J. K. The effectiveness of a group reading instruction program with poor readers in multiple grades. Learning Disability Quarterly, 24(2), 119-134, 2001.
SALGADO C. A.; CAPELLINI S. A. Programa de remediação fonológica em escolares com dislexia do desenvolvimento. Pró-Fono R. Atual. Cient. 20:31-6, 2008.
TORGESEN, J. K. The theory and practice of intervention: comparing outcomes from prevention and remediation studies. Em: A. J. Fawcett. (Org.). Dyslexia Theory and Good Practice. (pp. 185-202). London: Whurr Publishers, 2001.

Downloads

Publicado

2019-07-05

Como Citar

SILVA SANTOS, C. . Intervenção em casos de dislexia: uma revisão de literatura. Revista Virtual Lingu@ Nostr@, [S. l.], v. 2, n. 1, p. 113–123, 2019. Disponível em: https://linguanostra.net/index.php/Linguanostra/article/view/28. Acesso em: 30 set. 2022.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

Obs .: Este plugin requer que pelo menos um plugin de estatísticas / relatório esteja ativado. Se seus plugins de estatísticas fornecerem mais de uma métrica, selecione também uma métrica principal na página de configurações do site do administrador e / ou nas páginas de configurações do gerente da revista.

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.