Reflexões acerca da gramática e da análise linguística no ensino de língua materna

Autores

  • Sueder Souza Universidade Tecnológica Federal do Paraná – UTFPR

Palavras-chave:

Análise Linguística, Ensino de Língua Materna, Linguística e Ensino

Resumo

Trabalhar versando sobre atividades de Análise Linguística através dos gêneros, de conteúdos gramaticais ou de produções textuais nas aulas de língua materna, promove a ampliação das possibilidades do uso linguístico. Assim, os pressupostos norteadores do ensino de Português como língua materna recomendam práticas pedagógicas centradas na concepção interacionista da linguagem. Entretanto, ainda hoje é difícil encontrar essa visão subsidiando as atividades em sala de aula, sobretudo as atividades de Análise Linguística. Além da confusão estabelecida entre o ensino de Análise Linguística e o ensino da gramática tradicional, verifica-se também que as metodologias assumidas pelos docentes nem sempre favorecem uma reflexão acerca dos fenômenos linguísticos. Assim, este artigo pretende trazer para o campo da reflexão um debate sobre o ensino e a Análise Linguística, de forma a contribuir para reflexões e problematizações que possibilitam lançar luzes à prática docente.

Biografia do Autor

Sueder Souza, Universidade Tecnológica Federal do Paraná – UTFPR

Discente do Curso de Letras Português-Inglês da Universidade Tecnológica Federal do Paraná – UTFPR, Curitiba, Brasil. Bolsista de Iniciação Científica pelo CNPq e membro dos Grupos de Pesquisa em Estudos da Linguagem e Estudos do Som e da Fala

Referências

ANTUNES, I. Aula de Português: encontro e interação. 8. ed. São Paulo: Parábola, 2003.
ANTUNES, I. Língua, texto e ensino: outra escola possível. 2. ed. São Paulo: Parábola, 2009.
BAKHTIN, M. Os gêneros do discurso. In: Estética da criação verbal. São Paulo: Martins Fontes, 1992.
BAKHTIN, M. Marxismo e Filosofia da Linguagem. Trad. Michel Lahud e Yara F. Vieira. São Paulo: Hucitec, 2006.
BAKHTIN, M. Estética da criação verbal. Trad. de Paulo Bezerra. São Paulo: Martins Fontes, 1979.
BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs). Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 1997.
BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais – Ensino Medio (PCNEM). Brasília: Ministério da Educação, 2000.
BRASIL. Orientações Educacionais Complementares aos Parâmetros Curriculares Nacionais – Linguagens, Códigos e suas Tecnologias (PCN+). Brasília: Ministério da Educação, 2002.
BRASIL. Guia de livros didáticos. PNLD 2015: Língua Portuguesa: ensino médio. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2014.
BRASIL. Guia de livros didáticos. PNLD: Histórico. Fundo Nacional de Desenvolvimento Estudantil. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, S/A. Disponível em: <http://www.fnde.gov.br/programas/livro-didatico/livro-didatico-historico>. Acesso em: 08 Out. 2015.
FRANCHI, C. Criatividade e Gramática. São Paulo: CENP - Secretaria de Estado da Educação, 1991.
GOMES, A; SOUZA, S. Análise da Orientação para Produção Escrita de Gêneros no Livro Didático. Caminhos em Linguística Aplicada, v13. Nº 2, 2015. p. 89-110.
GERALDI, J. W. (Org). O texto na sala de aula. São Paulo: Ática, 2002. KEMIAC, L. LINO, D. Princípios subjacentes à literatura sobre Análise Linguística. In: ENCONTRO DAS CIÊNCIAS DA LINGUAGEM APLICADAS AO ENSINO - ECLAE, v1. 2011, Natal: UFRN, 2011.
MARCUSCHI, L. A. Produção Textual: análise de gênero e compreensão. São Paulo: Parábola Editorial, 2008.
MARCUSSCHI, L. A. Da Fala para a Escrita: Atividades de Retextualização. São Paulo: Cortez, 2001.
MENDONÇA, M. Análise Linguística no Ensino Médio: um novo olhar, um outro objeto. In: BUNZEN, Carlos; MENDONÇA, Márcia. Português no ensino médio e Formação do Professor. São Paulo: Parábola, 2006.
SOUZA, S. Estudos dos Gêneros Textuais: A Tradição em Diferentes Perspectivas no Ensino. Revista InterteXto, v. 7, n. 1, pp.1-15 (2014).
TRAVAGLIA, L. C. Gramática e interação: uma proposta para o ensino de gramática no 1º e 2º graus. 6. ed. São Paulo: Cortez, 2001.
WACHOWICKZ, T. Análise Linguística nos gêneros textuais. Curitiba: IBPEX, 2010.

Downloads

Publicado

2019-07-05

Como Citar

SUEDER SOUZA. Reflexões acerca da gramática e da análise linguística no ensino de língua materna. Revista Virtual Lingu@ Nostr@, [S. l.], v. 3, n. 2, p. 53–63, 2019. Disponível em: https://linguanostra.net/index.php/Linguanostra/article/view/60. Acesso em: 10 ago. 2022.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

Obs .: Este plugin requer que pelo menos um plugin de estatísticas / relatório esteja ativado. Se seus plugins de estatísticas fornecerem mais de uma métrica, selecione também uma métrica principal na página de configurações do site do administrador e / ou nas páginas de configurações do gerente da revista.