Marcas de subjetividade na linguagem: o “eu” e o “tu” como elementos ativadores da interação discursiva

Autores

  • Francisco Renato Lima Universidade Federal do Piauí (UFPI)
  • Maria Angélica Freire de Carvalho Universidade Federal do Piauí - UFPI

Palavras-chave:

Linguagem, Enunciação, Subjetividade, Sujeito, Interação discursiva

Resumo

A subjetividade é marcada na linguagem pela presença dos pronomes ‘eu’ e ‘tu’ em interação,  construindo na instância discursiva o protagonismo do sujeito na linguagem. A partir desse pressuposto,  este estudo objetiva refletir sobre como se constitui a singularidade do sujeito nas interações produzidas em situações de linguagem. Parte-se, principalmente, das contribuições teóricas da epistemologia benvenistiana (2005/2006), acerca da subjetividade na linguagem e da enunciação, a qual concebe o sujeito como partícipe do ato da linguagem. Argumentos teóricos de autores, como Bakhtin (2004/2009/2011), Ducrot (1995), Maingueneau (1998), Charaudeau (1999), são postos em diálogo com Benveniste; além de Paveau; Sarfati (2006) e Flores (2013) nas reflexões sobre as linguísticas enunciativas; conta-se, ainda, com Bronckart (2008, 2012) ao tratar do interacionismo sociodiscursivo. Em crítica à linguística da língua, as linguísticas enunciativas consideram as situações interacionais de falas entre os sujeitos autônomos no discurso, implicando a marca do sujeito no ato comunicativo, onde ele atua expondo intenções e direcionando o conteúdo de suas falas a partir da apropriação de formas específicas da língua, as quais o singularizam no ato comunicativo, assumindo a condição de sujeito, em consciência de si e do outro em construção no discurso.

Biografia do Autor

Francisco Renato Lima, Universidade Federal do Piauí (UFPI)

Graduado em Pedagogia (FSA) e Letras (IESM). Mestre em Letras – Estudos da Linguagem (UFPI). Professor de Leitura e Produção de Texto na rede privada e pública de ensino básico e superior

Maria Angélica Freire de Carvalho, Universidade Federal do Piauí - UFPI

Graduada em Letras (UERJ). Mestre em Educação (UERJ). Doutora em Linguística (UNICAMP). Professora Adjunta da Universidade Federal do Piauí - UFPI.

Referências

BAKHTIN, M. (VOLOCHINOV, Valentin Nikolaevich). Marxismo e Filosofia da Linguagem. São Paulo: Hucitec, 1981.
______. Marxismo e Filosofia da Linguagem. 13. ed. São Paulo: Hucitec, 2009.
______. Estética da criação verbal. 6. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2011.
______. O freudismo. Tradução Paulo Bezerra. São Paulo: Martins Fontes, 2004.
BENVENISTE, É. Problemas de linguística geral I. 5. ed. São Paulo: Pontes, 2005.
______. Problemas de linguística geral II. 2. ed. São Paulo: Pontes, 2006.
BRONCKART, J-P. O agir nos discursos: das concepções teóricas às concepções dos trabalhadores. Campinas: Mercado de Letras, 2008.
______. Atividade de linguagem, textos e discursos: por um interacionismo sociodiscursivo. 2. ed. São Paulo: EDUC, 2012.
CHARAUDEAU, P. Análise do discurso: controvérsias e perspectivas. In: MARI, Hugo; PIRES, Sueli; CRUZ, Amadeu Roselli; MACHADO, Ida Lúcia (orgs.). Fundamentos e Dimensões da Análise do Discurso. Belo Horizonte: UFMG /FALE, 1999. p. 27-43.
CLARK, K.; HOLQUIST, M. Mikhail Bakhtin. São Paulo: Perspectiva, 1998.
DUCROT, O. Princípios de Semântica Linguística Dizer e Não Dizer. São Paulo: Cultrix, 1995.
FLORES, V.; TEIXEIRA, M. Introdução à linguística de enunciação. São Paulo: Contexto, 2013.
______. Introdução à teoria enunciativa de Benveniste. São Paulo: Parábola, 2013.
MAINGUENEAU, D. Termos-chave da análise do discurso. Belo Horizonte: UFMG, 1998.
PAVEAU, M-A; SARFATI, G-E. As linguísticas enunciativas. In: ______. As grandes
teorias da linguística: da gramática comparativa à pragmática. São Carlos: Claraluz, 2006. p. 173-190.
SAUSSURE, F. Curso de linguística geral. 28. ed. São Paulo: Cultrix, 2012.

Downloads

Publicado

2019-07-05

Como Citar

FRANCISCO RENATO LIMA; MARIA ANGÉLICA FREIRE DE CARVALHO. Marcas de subjetividade na linguagem: o “eu” e o “tu” como elementos ativadores da interação discursiva. Revista Virtual Lingu@ Nostr@, [S. l.], v. 4, n. 2, p. 66–82, 2019. Disponível em: https://linguanostra.net/index.php/Linguanostra/article/view/74. Acesso em: 10 ago. 2022.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

Obs .: Este plugin requer que pelo menos um plugin de estatísticas / relatório esteja ativado. Se seus plugins de estatísticas fornecerem mais de uma métrica, selecione também uma métrica principal na página de configurações do site do administrador e / ou nas páginas de configurações do gerente da revista.